Design de Tipos Digitais no Brasil

E para quem está procurando um bom artigo para ler, recomendamos esse: Indicações quanto ao Design de Tipos Digitais no Brasil, nele Ricardo Esteves Gomes fala sobre o processo de consolidação do design de tipos digitais no Brasil, e identifica os designers que influenciaram esse processo.
Esse artigo é parte da pesquisa realizada durante o mestrado de Ricardo e a dissertação finalizada também está disponível:  O Design BrasileiroTipos Digitais: elementos que se articulam na formação de uma prática profissional. Confiram!

Tipografia Popular Brasileira

Pedro Moura, designer gráfico graduado pela Escola de Belas-Artes/UFRJ e entusiasta da tipografia digital, criou o projeto Tipografia Popular Brasileira, que posteriormente gerou a casa de fontes digitais Tipos Populares do Brasil.


Na entrevista que ele cedeu a Designe conta um pouco de sua experiência com tipografia vernacular  e o processo de criação das tipografias digitais inspiradas em letreiros urbanos. Apartir de quatro dos modelos que melhor representavam o fenômeno da tipografia popular ele gerou uma face de tipos de cada modelo.
Conheçam esse projeto: Tipos Populares do Brasil

E ele tem também um formato de palestra contando sobre os Tipos Populares do Brasil, junto com o Vinicius Guimarães, um projeto sobre os letristas de São Gonçalo

Artigo sobre a fonte “Seu Alves”

Olá, conheça o artigo sobre Tipografia Vernacular: os elementos tipográficos das letras do sapateiro Alves realizado por Juliana Lotif Mestre em Design (UFPE) e professora de Comunicação Visual, e Tarcísio Martins Filho aluno do 7o semestre do Curso de Publicidade e Propaganda.
Esse artigo foi apresentado na Divisão Temática, da Intercom Júnior – Jornada de Iniciação Científica em Comunicação, evento componente do XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação.

Leia o Artigo

Tipografia Vernacular?

Vamos a alguns esclarecimentos, afinal de contas nem todo mundo sabe o que é tipografia e muito menos o que é tipografia vernacular. Para ajudar a explicar escolhi recorrer aos famosos “pais dos burros”, que apesar de terem esse nome muito me agradam, pois eles explicam muitas palavras que as pessoas usam sem saber o real significado. Pois bem, segue abaixo o que cada um deles me contou:

Para a palavra tipografia eles me contaram que:

Ti.po.gra.fi.a sf (tipo²+grafo¹+ia¹) 1 Arte de compor e imprimir com tipos. 2 Estabelecimento onde essa arte é praticada. 3 Tip A seção da oficina onde se realiza o trabalho de composição. 4 gír Exploração disfarçada do lenocínio.

Tipografia. [De tipo²+grafia.] S.f.1. Arte que compreende as várias operações conducentes á impressão dos textos, desde a criação dos caracteres a sua composição e impressão, de modo que resulte num produto gráfico ao mesmo tempo adequado, legível e agradável[ Cf. imprensa (2).] 2. Tipologia (2). 3. Art. Graf. Restr. Sistema de imprimir com formas em relevo; impressão tipográfica. [F. red., nessas acepç.: tipo.] 4. Estilo ou arranjo do texto tipográfico. 5. Estabelecimento tipográfico.

Já para vernacular eles disseram que:

Ver.ná.cu.lo adj ( lat vernaculu) 1 Próprio do país a que pertence; nacional; 2 Próprio da região em que está. 3 Sem mescla de estrangeirismos (falando da linguagem); genuíno, correto, puro. 4 Que tanto no falar como no escrever, observa rigorozamente a pureza e correção da linguagem. Sm idioma próprio de um país.

Vernáculo. {Do lat. vernaculu, ‘de escravo nascido na casa do senhor’; ‘de casa, doméstico’; ‘próprio do país, nacional’.] Adj. 1. Próprio da região em que está; nacional: “Nada mais pitoresco, nada mais vernáculo, nada mais genuinamente e mais encantadoramente português do que essas simples e modestas navegações d’água doce!” (Ramalho Ortigão, A Hotalnda, p.83); “E a noite o primeiro bródio da serra, com os pitéus vernáculos do velho Portugal (Eça de Queirós, A cidade e as Serras, p.198). 2. Fig. Dizseda linguagem genuína, correta, pura, isenta de estrangeirismos; castiço. 3. Diz-se de quem atenta para a correção e a pureza no falar e escrever; castiço. [Sin. Nas acepç. 1 a 3: vernacular.] S. m. 4. E. Ling. O idioma próprio de um país, ou região; língua vernácula.

Conclui então que Tipografia Vernacular nada mais é do que a “letrinha” com características de uma região ou povo, ou seja, sabe aquela faixa pintada à mão que o seu Zé pinta e pendura lá no Botequim informando que vai ter TV com jogo da Copa? Pois é a letrinha do seu Zé na faixa é a tal da tipografia vernacular, afinal de contas, cada letra sai em um formato e ninguém consegue fazer igual, ao contrario da folha impressa com Arial para informar um volto logo na porta de uma loja.

Autor: Rafaela Tidres